Sexta, 18 Maio 2018 17:12

Festival do Boneco - 20/05/18

O Teatro De Animação Volta À Cena Goianiense Com O V Festival Do Boneco, Que Acontece No Mês De Maio Em Diversos Espaços Da Capital

 

Quinta edição se destaca por sua proposta formativa para público e artistas 

 

Pela quinta vez Goiânia será palco de espetáculos de teatro de animação. O Festival do Boneco acontece na cidade entre os dias 17 e 23 de maio. Neste período, esta arte milenar ocupará diversos espaços da capital: Teatro SESC, Centro Cultural UFG, Oficina Cultural Geppetto e Feira do Cerrado. Além das apresentações, o festival ainda oferecerá ao público uma oficina com o grupo paraense In Bust sobre “A dramaturgia do boneco para televisão”. O projeto é uma iniciativa da Produtora Cultural Denise Carrijo (Ação Produtora de Eventos) em parceria com a Cia de Teatro Nu Escuro e acontece desde 2009.

 

Convidados de São Paulo, Pará, Paraná e Goiás,

e o teatro de manipulação como foco

 

A expectativa é de que o evento atinja 3 mil pessoas. Nas quatro edições anteriores, o projeto proporcionou para Goiânia 39 apresentações teatrais de grupos locais, nacionais e internacionais, 12 atividades formativas, trabalhando diretamente com cerca de 130 artistas. “O Festival do Boneco por ser o único festival na cidade que é exclusivamente de manipulação sempre atraiu um público muito diversificado: crianças, adultos, idosos; admiradores e frequentadores assíduos de teatro e curiosos; além dos artistas goianos, que lotam os teatros e espaços abertos onde acontecem as apresentações. Esperamos ter os espaços repletos de pessoas encantadas com essa arte”, comenta a produtora Denise Carrijo sobre a expectativa em relação ao evento.

Desde a primeira edição o Festival vem percebendo o interesse e o avanço nas técnicas de manipulação que os atores goianos vem adquirindo.  Acreditamos que o Festival do Boneco contribuiu e vem contribuindo para despertar o interesse dos artista nessa área de atuação, assim como na sua qualificação. 

O Festival começa no dia 17 com o espetáculo “Berenices”, apresentado pelo grupo paulista Morpheus Teatro. A peça utiliza as linguagens do teatro de animação e do teatro de máscaras para narrar a saga da pequena Berenice e seu encontro consigo mesma e com o mundo. Diante da chegada de um irmão, a personagem inicia o aprendizado de perceber e lidar com seus pensamentos, sentimentos, medos, dificuldades e expectativa sobre os outros. O espetáculo foi vencedor do prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) em 2016 na categoria de espetáculo de boneco.

No dia 18 é a vez da cia de teatro paranaense Tato Criação Cênica apresentar seu espetáculo “Tropeços”. A simplicidade de uma peça que tem iluminação apenas de velas dá vida a um roteiro sobre velhice de forma não convencional. A mesma companhia apresenta no dia seguinte o espetáculo “Entre Janelas”. Inspirado no livro Uma Janela Entre dois Amigos do mineiro Gustavo Gaivota, a obra conta a história de um menino e seu melhor amigo, um cachorro. Através de uma montagem lúdica e divertida o espetáculo visa promover uma reflexão sobre o lugar da tecnologia na vida das crianças.

Também no dia 19, no Centro Cultural UFG, haverá apresentação do resultado da residência artística “A pontuação do objeto” comandada por Duda Paiva entre fevereiro e março deste ano. Paiva é bonequeiro goiano radicado na Holanda, onde dirige a Duda Paiva Company. Adriano Bittar, Alexandre Ferreira, Vanessa Bertolini e Kleber Damaso também ministraram oficinas nesta residência que foi oferecida a estudantes, pesquisadores, bailarinos, atores, performers, professores e artistas circenses.

No dia 20, o teatro de animação ocupa a Feira do Cerrado“Maria Bonita”, apresentado pelo grupo Teatro do Maleiro (GO), é um espetáculo de bonecos de luva, que faz alusão aos mamulengos, e aborda uma parte pouco explorada da vida de Virgulino Ferreira da Silva (Lampião), o rei do Cangaço, retratando seu encontro com a mulher que tornou-se sua musa e companheira, Maria Gomes de Oliveira (Maria Bonita).

Por fim, o festival é encerrado na Oficinal Cultural Gepetto com o grupo paraense In Bust apresentando Pinóquio.

Oficina

O Festival do Boneco, além de levar ao público goianiense, de forma acessível, diversos espetáculos de teatro de animação, também se volta ao público profissional da cidade. Por isso, promove uma oficina com o grupo Inbust, de Belém do Pará, que acontece entre os dias 21 e 23 sobre “boneco e televisão”. Serão oferecidas 15 vagas e as inscrições podem ser feitas no site: festivaldoboneco.blogspot.com.br.